Luz do Eterno por  Anna Lou Olivier
   Home      Quinta dimensão, todos são bem-vindos!

Imagine um ônibus desenfreado e sem motorista descendo uma ladeira. A princípio lentamente, mas aumentando a velocidade cada vez mais. Imagine agora que, no final desta ladeira, haja um grande precipício. Obviamente, este veículo despencará por este precipício. Você que lê este artigo deve estar pensando:



- Que bom que este ônibus está sem motorista, ao menos ninguém se machucará!



Mas e se este veículo estiver lotado de passageiros???



Antes de concluir o destino do ônibus desgovernado, devo discorrer...

Confesso que nem sei bem como começar. São tantas as informações, os equívocos publicados, os bastidores sussurrados e a competição entre os “canalizadores” cada um dizendo que encontrou as respostas e os outros estão obsediados e condenados ao extermínio, que nem há como fazer um resumo de tudo isso. Mas tentarei resumir e citar o principal.



Do ponto de vista mais científico, a explicação é simples: São três dimensões de espaço (altura, largura e volume) e uma de tempo, formando quatro. A partir daí, os Físicos dividem-se entre os que acham que só há estas camadas e os que acham que há uma quinta dimensão mas ainda não podemos detectá-la. Se um dia conseguirmos, poderemos entender a chamada matéria escura, que, por não emitir luz, é completamente invisível. Porém, como há uma imensa força gravitacional entende-se que haja matéria e vice-versa. Alguns cientistas, citam esta matéria escura como uma espécie de “atalho de espessura milimétrica em dobras no espaço por onde escapa a gravidade de galáxias tão distantes que nem podem ser avistadas da Terra”.



Aqui pode-se citar a teoria das Supercordas que chegam as dez dimensões. De uma forma bem resumida é o seguinte:

A dimensão zero é só um ponto. A conexão entre dois pontos forma a primeira dimensão, que é uma reta. A partir daí surge o entendimento do que é “largura”. Na segunda dimensão há o plano. Entende-se que, para ser bidimensional, um objeto precisa ter largura e comprimento. A terceira dimensão é o espaço. Aqui um objeto para ser tridimensional precisa ter profundidade, além de largura e comprimento. A quarta dimensão é a duração ou o tempo, o ser quadrimensional (nós, os humanos estamos enquadrados aqui). Esta dimensão permite que nasçamos bebês e, depois de uma experiência de vida, envelheçamos até a morte. Há quem afirme ser impossível avançar ou voltar no tempo, interrompendo esta sequência da quarta dimensão mas isso é questionável. Não citarei aqui para não complicar mais o assunto. Na quinta dimensão, há uma variação de caminhos e personalidades, espécies de bifurcações que definem, a cada momento, o que viveremos a seguir. A sexta dimensão é o caminho entre as possibilidades da quinta dimensão. É como se todas as suas diversas versões estivessem dispostas em uma única folha e fosse possível “dobrar” esta folha, cruzando assim as possibilidades da personalidade e das situações. Na sétima dimensão, as várias personalidades e situações da sexta dimensão estão em paralelo num conceito de linha temporal da quarta dimensão. Aqui nesta sétima dimensão, entende-se que, assim como o ser humano, o universo também pode ter várias versões, existindo assim os universos paralelos. É aqui que se encaixa a visão da Física Quântica mais mística digamos assim. Sobre isso eu já escrevi bastante, procure aqui mesmo no blog, os artigos. Há inclusive a teoria de haver diversos big-bangs diferentes que podem ter dado origem a outros universos, além do que nós conhecemos. A oitava dimensão é uma espécie de, um ponto de intersecção facilitando chegar aos universos criados anteriormente, A nona dimensão é então uma espécie de dobra que facilitaria o encontro entre os “big-bangs, como se “encostassem um no outro e fosse possível viajar entre eles. A décima dimensão, por fim, passa a ser o conjunto de todos os caminhos para todos os big-bangs, que deram origem a todos os universos. Esta dimensão culminaria num único ponto. Após se passar por todas as nove dimensões encontra-se apenas um pontinho. É o fim do caminho, a partir daí não há mais lugar algum, fim da linha... E analisando todas as dez dimensões, pode-se ligar ao pensamento do “Alfa e Ômega”, “Começo e Fim”... (Esta conclusão é minha, não li em nenhum artigo nem pesquisa, eu que calculei a semelhança entre a trajetória das dez dimensões e o tão citado "alfa e ômega")



Se a Ciência explica tão bem e de forma tão simples as camadas/dimensões, o mesmo não se encontra nos estudiosos (ou não) da espiritualidade. E, quando cito espiritualidade, não me refiro ao espiritismo, me refiro a TODOS que se propõe a trabalhar com a LUZ do Universo. Em TODAS as religiões e seitas (e até mesmo entre os ateus) há quem se conecte e atue em conformidade com a LUZ do Eterno, ou do Universo para ficar mais simples de entender. Então, buscar e atuar na Luz não implica ter uma religião ou acreditar em algum deus e sim ter uma consciência para isso.

Em meio a tantos que atuam SILENCIOSAMENTE, cada um fazendo sua parte e é assim que deve ser, há grupos que se levantam buscando cada vez mais adeptos e conduzindo seus seguidores ao “trajeto” dentro do ônibus desgovernado que citei no início deste artigo. Alguns, inclusive se autointitulam "escolhidos" outros como “Trabalhadores da LUZ” e devem atuar como tal e não da forma equivocada como estão fazendo.



Eu gostaria de citar tudo que encontrei escrito, até porque seria uma forma de alertar as pessoas mas consegui mais de quarenta páginas de puro absurdo, nem tenho como relatar tudo aqui neste pequeno artigo. A síntese é que anunciam um “evento” que varrerá os maus e trará o paraíso para os bons. Os problemas aqui são vários, sendo os principais o “decreto” que especifica quem são os maus, a cúpula (que de fato é má e será mesmo eliminada e aqui é impossível descrever o inatingível), é comparada aos jesuítas e aos cabalistas. Segundo o “decreto” todos estes serão levados a prisões no sol central para serem reciclados, isso depois de passarem por juri popular. A questão aqui é que jesuíta pode ser a classificação de um grupo de católicos que dedicam-se a evangelizar e converter ao catolicismo. Ocorre que a maioria dos evangélicos também usa a Bíblia para converter as pessoas. Então entende-se que este “decreto” pretende eliminar TODOS os jesuítas, ou seja, os que se posicionam como seguidores da Bíblia e de Jesus (daí vem o nome Jesuíta). Ai vem a ironia principal até mesmo muitos dos que anunciam o “decreto” seguem “em nome de Jesus”, citam a frase “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles.” atribuída a Mateus 18:20 no “novo testamento” e chamam e enviam “luz crística”... Portanto, seguindo este raciocínio, os próprios que anunciam o decreto serão também exterminados por forças que eles próprios anunciam?

Outro ponto questionável é o extermínio dos cabalistas, estipulado por este mesmo decreto. Citam cabalistas como “ladrões da LUZ”, “desviadores da LUZ” etc. Isso demonstra total ignorância do que é a verdadeira Kabbalah. Ela pode ser resumida em duas frases:

1 - Amar (doar) incondicionalmente;

2 - Entendimento que tudo que ocorre é interno e não externo a nós.

Já escrevi sobre isso também, quem quiser se aprofundar, pode ler "Kabbalah Científica" e "Física Quântica e Cabalá" neste mesmo blog.



Explicando, a kabbalah ou Cabalá, é apenas um autoconhecimento para eliminação do ego(ismo) e uma forma de amar incondicionalmente. Tudo o mais que divulgam é apenas um desvio. Concordo que a “kabbalah” que vende ilusões e invadiu a fábrica das abobrinhas “Bobby Good”, de fato, é mentirosa e desviada do princípio cabalístico mas, daí a generalizar e dizer que TODOS os cabalistas serão exterminados ou “julgados para irem para a prisão junto ao sol”... Sem comentários.



Outro ponto que precisa ser entendido. Os canais ou canalizadores, emissários nomeados pelos comandantes desta missão de salvamento dos terráqueos, muitas vezes citam que impostores estão se manifestando em nome dos “verdadeiros salvadores”. Um dos impostores mais citados é Ashtar Sheran (que se apresenta como Comandante da frota intergaláctica, ao serviço do Cristo, a quem ele chama de Sananda). Segundo a Wikipédia, este ser começou a ser canalizado em 1952 pelo norte-americano George Van Tasse, alertando-o sobre os perigos das "explosões nucleares". A partir daí, muitos outros canais surgiram para disseminar as ideias e domínio de Ashtar Sheran. Há quem diga que ele só quer abrir os portais da Terra para a invasão de seres extraterrestres. Mas, a Terra já está pra lá de invadida, gente! Vamos acordar!



Outro detalhe que precisa ser frisado é a grande preocupação que todos “os salvadores”, ou melhor, os “representantes dos salvadores” tem com os nomes que imaginam serem verdadeiros. Comentam que os “falsos ensinamentos” sugerem que “os filhos de Deus” clamem por “falsos nomes ao invés dos nomes sagrados dos mestres”. Lembrando que estes “nomes sagrados” são os que foram INVENTADOS na ocasião em que teoricamente traduziram para o Grego os supostos originais em Hebraico/Aramaico. Sobre isso eu também já escrevi muito.

Em resumo, como dizia minha querida avó materna “é o roto criticando o rasgado” (provérbio português). E seria cômico se não envolvesse tanta gente acreditando neste evento de salvação do planeta e caminhando rumo ao precipício,



Só mais um comentário, para não estender demais este artigo, que fique bem frisado que NADA tenho contra EXTRATERRESTRES, o que critico é a forma como estão sendo expostos aos "terráqueos". Os “extraterrestres”, especialmente os Arcturianos, apresentam-se e abordam o “ser puro amor e o estar no aqui e agora”. O AMOR que toma conta de seu mundo. Os pleiadianos, por sua vez, mostram-se como um povo amoroso, pacífico, dedicado às artes, cultuando harmonia e beleza. E vivem em plena unicidade uns com os outros. O somos TODOS, UM.

Quanto a isso, é impossível qualquer ser vibrar só amor o tempo todo e unido a todos. A solução não está em mostrar só o lado bom. Se um ser, seja terrestre ou extraterrestre, mostra só seu lado bom e amoroso, se virar as costas (ou a intenção) mostrará só seu lado mau e vingativo. A solução está no equilíbrio, em admitir que tem um lado muito ruim, mas o transmuta e vibra amor. E saber que tão importante quanto unir-se a todos, é ter seus momentos isolados que trazem a verdadeira conexão ao Universo. Quem imagina que numa egrégora ininterrupta está sua “salvação” está, de fato, perdido. E isso vale para qualquer egrégora seja religiosa, psicológica, online, física...



E encerrando o paradeiro do ônibus desenfreado, o que posso sugerir é que seus ocupantes saltem dele antes do acidente. Que parem de se deixar guiar por quem está ai recebendo mensagens seja de quem for, não importa se o mensageiro se chama Ashtar ou Miguel, se a mensagem vem da terra ou “extraterra”, que TODOS comecem a ouvir seus próprios corações. Parem de criticar uns aos outros e dediquem-se a, de fato, ajudar uns aos outros. Isso sim é UNIÃO e não ficar falando em união e incitando guerra entre os que não estão na mesma egrégora.



A quinta dimensão não é uma nave que carregará os “acordados”, não é um “salvador” que arrebatará os escolhidos. A quinta dimensão é uma camada a mais de consciência expandida que sempre existiu e pode ser atingida por todos que se identificam com ela. Nesta dimensão já há muitas pessoas vivendo tranquilamente, chegados desde o ano 2003. Outros já estão chegando e muitos poderão chegar sem necessidade de nenhuma “condução” nem “condutor”. E, mesmo quem não conseguir se expandir e não tiver acesso ao meio de vida na quinta dimensão, poderá continuar tranquilamente na materialidade da quarta dimensão. Porque TUDO ESTÁ NA NOSSA MENTE e é só por intermédio da NOSSA MENTE que acessamos ou não qualquer plano ou dimensão...

By Lou de Olivier em 26/11/2016. Leia mais sobre este tema no e-book Luz do Eterno - Estudos cabalísticos, clique aqui. Leia também o e-book Luz do Eterno - Estudos bíblicos, clique aqui. Ao adquirir e ler um desses (ou os dois) e-books, além de acessar conhecimentos reunidos por Lou de Olivier em mais de quarenta anos de estudos e vivências, você colaborará com nossas doações pois toda a renda desta loja virtual e doada aos animais abandonados e projetos filantrópicos. Conheça todos os e-books participantes, acesse: 

http://www.loudeolivier.com